Paris | Eu Mochileiro

Paris

Está cansado de ir sempre aos lugares que você já viu mais de duas mil vezes em fotos, conhecer gente de verdade e sair da rotina hostel -> monumento histórico -> hostel?

París é muito mais do que Torre Elfel e Notre Dame. Com mais de 12 milhões de habitantes e 700 anos de história, existe uma infinidade de atividades em París que muitas vezes não têm espaço dentre os anúncios das empresas turísticas.

Então resolvi trazer para vocês as atividades mais econômicas e divertidas que eu mais gostei de fazer quando estive lá. Espero que gostem!

1. Tours gratuitos com moradores locais

Ao contrário do que se ouve falar no Brasil, os parisienses nem sempre são arrogantes ou mau-humorados. Sorte minha ou não, eu tive a oportunidade de conhecer vários moradores locais que adoram mostrar a cidade e cultura para os viajantes.

paris

Existem várias formas de encontrar estes grupos, mas o que mais deu certo para mim foi através da rede social CouchSurfing. Lá você cria uma conta e pesquisa por eventos em Paria. Sempre quando pesquiso eu encontro pelo menos dois ou três tours gratuitos na mesma semana.

2. Conhecer outros mochileiros

Por seu uma cidade super popular, todos os dias Paris é invadidas por milhares de viajantes – de mochileiros sem um centavo no bolso a empresários procurando novos negócios.

Mais ou vezes, existem várias formas de encontrar estes viajantes e uma pesquisa rápida no Google (se você não tiver preguiça de procurar direito) vai te trazer várias opções. Por isto vou listar aqui as opções que deram mais certas para mim:

  • CouchSurfing
  • BeWelcome
  • Facebook Groups (ex. Backpackers in Paris)
  • Networking (amigos, amigos de amigos, etc)

O mais interessante destas opções é que são opções baratas e sem burocracia. E além disto as pessoas são sempre super receptivas e socializáveis.

3. Museus e monumentos alternativos

Paris possui um número incrível de museus interessantes. Tem para todos os tipos, e para provar que eu não estou exagerando, segue uma listinha dos museus mais inusitados que eu tive a oportunidade de visitar:

Lembrando que tem muito mais coisa que isto para se visitar em Paris. Estes são só os lugares não tão famosos que  visitei e que valem a visita.
le passe muraille

É claro que visitar os museus mais populares são alternativas super válidas. O museu do Louvre por exemplo, possui uma quantidade de obras de artes e itens históricos imensa e de valor inestimável. Com certeza é um dos lugares mais interessantes para se visitar em Paris, mas não se prenda só a ele.

Por falar nisto, se você está indo em Paris durante a baixa temporada (Outubro – Março), se programe para visita-lo no primeiro domingo do mês pois a entrada é de graça. Mas CHEGUE CEDO! A primeira vez que eu fui eu cheguei uma hora da abertura (8h) e já tinha bastante gente. Quando saí do museu (mais ou menos 10h) a fila estava ENORME.

4. Bares e cafés

Fala sério, sentar num café em Paris, ouvindo uma musica calma e ouvindo as pessoas conversarem em francês é uma experiência única. Existem milhares de bares e cafés em Paris, e eu não sou a melhor pessoa para indicar pois sou meio fanático por Starbucks (me julguem). Mas fica aqui duas dicas interessantes:
A) Belushi`s 
Um bar bem amplo para o padrão de Paris, com várias TVs espalhadas pelo local, música boa, bebida boa e sofas super confortáveis para se acomodar por lá durante horas pensando na vida.
Endereço: 5 Rue de Dunkerque, Paris
B) Le Café des Chats (ou Café dos Gatos)
Um bar cheio de gatos. Sim. Gatos de verdade, transbordando fofura. Dica importante: se você pretende ir final de semana, reserve pelo site oficial pois quase sempre está lotado.

Endereço: Le Café des Chats, Rue Michel le Comte, Paris

5. Massagem com massagistas cegas

Neste lugar eu não tive tempo para ir pois ouvi falar só alguns dias de ir embora. Mas para quem quer vivenciar algo diferente, vale a visita.

Se você tiver interesse é importante fazer sua reserva bem antes pelo site oficial.

6. Caminhadas

Caminhar pelos parques de Paris é uma ótima forma de conhecer a arquitetura da cidade. Além disto é uma das melhores formas de se conhecer a cidade como ela é, uma vez que muitas vezes estes parques estão afastados dos grandes centros urbanos e de monumentos turísticos.
Eu visitei a maioria dos parques no inverno, sozinho e no meio da semana. Nunca tive problema com segurança, mas se você vai sozinho e não fala nada de francês eu recomendo encontrar outras pessoas para ir com você, ou pelo menos tomar cuidado com pertences como câmeras e smart phones.
france
Dois parques que valem muito a pena conhecer são o cemitério Père Lachaise (que na verdade é um cemitério mas por ser bem grande eu considero um parque.
Um lugar que eu gostei muito de caminhar foi em Montmartre, que é um distrito bem artístico e com arquitetura bem linda de se ver.
Além disto é lá que fica a Sacré-Couer, que dispensa qualquer comentário.

sacre couer
Nota: todos os parques citados acima você pode encontrar facilmente no Google Maps. Mas eu recomendo encontrar algum morador local no CouchSurfing pois com um “guia” tudo fica mais interessante.

7. Ir a uma missa em Notre Dame

Eu nunca tive muito interesse de ir a Notre-Dame por que eu nunca achei a arquitetura de lá grande coisa (no Brasil tem igreja muito mais bonita, fato). Mas um dia quando estava voltando de um treino com alguns amigos eu acabei passando por lá logo no início de uma missa.

Eu não sou religioso, e você não precisa ser para sentir o clima de paz e conforto que a missa traz… As centenas de pessoas em silêncio, a música de piano (ou órgão, sei lá) tocando com o padre falando em francês e o cheirinho doce do incenso tornaram aquele momento para mim bem mágico.
notre dame

Conclusão

Essas são apenas algumas opções caso você vá a Paris e queira fazer algo menos popular, ou conhecer Paris de verdade. Por não estar trabalhando ou estudando, eu andei muito e posso te dizer que os lugares mais charmosos e mágicos em Paris não se acha facilmente – por isso sempre recomendo achar um morador local para te mostrar os lugares.
Até a próxima e, se por acaso for em Paris, não deixe de me chamar! 😛
Gostou dos nossos artigos?
Se quiser, podemos te enviar muito mais! Complete os campos abaixo para receber todos os nossos artigos direto na sua caixa de entrada.
E não se preocupe, nós também odiamos spam!